Além de elaborar uma boa série de exercícios e estar atento à sua execução, o professor tem uma tarefa que é igualmente difícil: motivar o aluno. Porque todos nós somos seres humanos e de tempos em tempos temos nossas crises, desânimos e surtos. Quando se lida com uma atividade que só mostra resultados a longo prazo, manter o aluno motivado é fundamental. Existem estudos comprovando que alunos motivados rendem muito mais do que alunos que não receberam incentivos verbais.

Seu professor te motiva? Espero que sim. Seu professor te motiva de forma correta? Cuidado com alguma tentativas bizarras de motivação, pois alguns professores acham que incentivar o aluno a aumentar a carga dos exercícios dia sim, dia também, é uma forma de motivar. Não é, é uma forma de lesionar. Tem também aqueles que motivam por vias transversas: esculhambam o aluno achando que assim ele vai se esforçar mais. Dependendo do perfil do aluno, ele pode acabar ainda mais desmotivado.

Vendo estes e tantos outros erros, decidi buscar uma forma de ajudar na motivação daqueles que não encontram este incentivo em seus professores. Não dá para fazer milagre, afinal, estamos à distância, mas espero que seja de alguma, pois estamos em uma época do ano onde muitos alunos começam a faltar os treinos e colocam a culpa no frio com isso acham que não vai dar tempo de alcançar seus objetivos até o verão e se frustram, pensando em desistir. Não desista. Analise as dicas que vou passar e utilize apenas aquelas que te beneficiarem de alguma forma.

Caso você funcione melhor em grupo ou em dupla, a primeira dica de motivação que eu te dou é arrastar alguém para a academia com você: seus pais, seus filhos, seu marido, seus irmãos, amigos, vizinhos ou qualquer pessoa que torne o processo mais fácil. Você também pode fazer amizade com alguém que já freqüenta sua academia e marcar para treinar nos mesmos horários. Funciona para algumas pessoas, para outras é uma chateação treinar com alguém ao lado.

Outra forma de “se obrigar” a levar adiante um treino é pagar as mensalidades da sua academia de forma semestral ou anual, pois nos momentos de desânimo a revolta de jogar dinheiro no lixo caso desista da academia pode te motivar. Mas atenção, só faça isso se estiver plenamente satisfeito com sua academia, caso contrário você pode acabar se desmotivando mais ainda.

O pensamento também pode ser um fator motivador. Tenha em mente que é um processo a longo prazo mas vai ser muito gratificante quando você chegar lá. Acredite que você vai conseguir e se comporte como quem tem certeza de que vai conseguir. Compre uma roupa do tamanho que você objetiva alcançar mesmo que ela não caiba em você e deixe ela à vista. Olhando para ela todos os dias vai ficar mais fácil não comer e sair de casa para treinar. E tente não estabelecer metas impossíveis, observe seu biótipo, suas limitações e escolha metas coerentes.

Se ocorrer algum deslize, não pense que é o fim de tudo. Um deslize não apaga tudo que você conquistou (vide o texto sobre memória muscular!). Não desanime, por pior que seja o deslize, retome seu programa de dieta e atividade física.  É como diz aquela frase conhecida: “Falhar é temporário, desistir é permanente”.

Está exausto? Está de saco cheio? Tente alguns estimulantes naturais antes do treino, como por exemplo um copo de café. Você está naquele estágio que café só faz efeito se injetar na veia? Procure um profissional e converse sobre uma suplementação que aumente sua disposição e energia para o treino. Negocie com você mesmo, estabeleça recompensas para cada dia em que você for à academia treinar.

Olhou pro lado e viu alguém com um corpo humilhantemente “melhor” do que o seu e teve vontade de sair correndo? Respire fundo. Talvez aquilo nem seja real. Corpos perfeitos não existem, o ser humano foi feito para estocar gordura. É SAUDÁVEL que tenhamos pequenos focos de gordura localizada. É o esperado, é para isso que a natureza nos programou. Especialmente as mulheres, que precisam de um estoque de gordura maior. Um corpo sem gordura localizada não é “normal”, é uma exceção, muitas vezes conseguido com cirurgia, tratamentos estéticos e uma dieta insuportável.

Além disso, estou certo de que você tem qualidades e aptidões que aquela pessoa não tem e nunca vai ter. É o que eu digo para as minhas alunas: celulite só é importante quando o corpo é a única coisa que você tem a oferecer. Eu tenho uma aluna que é advogada e quando vê uma Panicat que treina no mesmo horário que ela de short malhando, fica repetindo o mantra “Eu sei fazer um agravo de instrumento, ela não sabe”.

Procure identificar qual é sua principal dificuldade. Uma constatação minha é a de que o aluno tem muita dificuldade de sair de casa para treinar. Em muitos casos recomendo que seja feito um treino após o trabalho, sem passar em casa. Você pode alugar um armário na academia e deixar sua roupa para treino ali, assim sai do trabalho e não para em casa, reduzindo a tentação de faltar.

Está de saco cheio MESMO? Não agüenta mais nada? Está com vontade de gritar? Mude tudo. Mude a série toda. Malhe só o que tiver vontade. Mude o tipo de atividade física até a crise passar. Faça uma aula de boxe e soque até sentir alívio. E se tudo mais der errado, apele para a religião: reze para Nossa Senhora da Musculação te dar forças ou pense que Deus está vendo o seu esforço e vai te recompensar.

Uma última dica que vocês já colocam em prática: LEIA sobre o assunto. Conhecimento é uma arma poderosa, pois aprimora seu treinamento, evita que você perca tempo com erros bobos e te ajuda na motivação, porque você entende a razão pela qual está fazendo ou deixando de fazer algo. Nada pior do que obedecer sem entender os motivos. Compreendendo os mecanismos de funcionamento do seu corpo seu treino renderá muito mais.

É isso. Não se deixe abater. Não desista. Quando você menos espera os resultados começam a aparecer. É provável até que outras pessoas notem o resultado antes de você. Mantenha-se firme e forte, esses períodos de desânimo são fases, eles vão passar, por mais que pareça o contrário.

Para dúvidas, sugestões ou informações de treinos: contato@oseupersonal.com.br
Curta nossa Fanpage: www.facebook.com/Oseupersonal
Siga-me no twitter: www.twitter.com/Oseupersonal
Instagram: Instagram.com/Oseupersonal

About Author

Personal trainer e proprietátio da empresa Oseupersonal.

Comments (1)

  1. Andre Ricardo 20 de junho de 2016

    Nossa, nunca havia pensado dessa maneira. Muito bom mesmo! Parabéns

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *