Se você não conhece pelo nome certamente já viu alguém usando, seja na academia ou em parques e praias com as turmas de treinamento funcional. Estamos falando de uma bola de ferro fundida com alça conhecida como Kettlebell. Há relatos de sua existência na Europa em treinamentos desde o século XVI onde homens fortes da época usavam esses pesos para demonstrar sua força, participando de atividades e jogos com essas peças antigas, ou seja, certamente é um dos utensílios de treinamento mais antigos da humanidade. Porém, foi na Rússia no século XVIII e XIX que o Kettlebell ou na época conhecido como Gyria começaram a revelar seu verdadeiro significado na aquisição de força e resistência.

Seu principal difusor dos benefícios nos Estados Unidos foi Pavel Tsatsouline. E  tudo isso se deve as distintas vantagens que o método oferece comparado com as outras modalidades que o mercado, principalmente o brasileiro, tem oferecido.

 

christmas-kettlebells-2-022
Versão fofa de um kettlebell.

• Com alguns movimentos básicos com um kettlebell, uma pessoa gera e absorve energia cinética  do mais potente gerador de energia do corpo humano – o quadril e tambem  no complexo proprioceptivo  desde a planta do pé até  os músculos que seguram o peso firmemente nas mãos e os músculos estabilizadores dos ombros.
• Expõe fraquezas individuais por ser um treinamento “unilateral”  promovendo  correções de assimetria corporal.
• Auxilia no desenvolvimento de estruturas articulares fortes e flexíveis. O Kettlebell Training exige muito que as articulações se estabilizem dinamicamente, o que reduz o potencial de lesão e permite maior eficiência na produção de força muscular além de treinar o quadril de forma funcional em velocidade real de performance.
• Desenvolve antebraços poderosos e forte trabalho de pegada e ensina o corpo como lidar com a constante mudança do centro de gravidade. Tente enquilibrar um Kettlebell em sua mão, segurando-o pela alça, mas com o fundo dele pra cima, e entenda a necessidade de uma estabilização intensa e um enrijecimento completo do corpo para segura-lo simplesmente naquela posição.

Segundo o americano Steve Cotter, presidente e fundador da Federação Internacional de Kettlebell e Fitness (IKFF), quem praticar rotinas com o Kettlebell durante 20 minutos, três vezes por semana, poderá notar resultados a partir de duas semanas e atingirá um bom nível de condicionamento depois de seis meses. O americano recomenda que a pessoa que deseja praticar esse tipo de exercício que aprenda a técnica com um profissional qualificado antes de qualquer tentativa.

O presidente da IKFF conta que os exercícios regulares aumentam a força, resistência e flexibilidade, mas pessoas com algum problema de saúde, hipertensão, doenças cardiovasculares e doenças crônicas, como restrições de mobilidade por conta da coluna e joelho, devem sempre consultar um médico antes.

Peçam a seus professores lhe apresentarem o equipamento e a infinidade de exercícios que ele pode proporcionar em seus treinos. Tenho um modelo de kettlebell com regularem de carga como esse da imagem abaixo que por isso me dá infinitas possibilidades com um único equipamento. Conheçam, testem e depois me contem o que acharam.

Para dúvidas, sugestões ou informações de treinos: contato@oseupersonal.com.br
Curta nossa Fanpage: www.facebook.com/Oseupersonal
Siga-me no twitter: www.twitter.com/Oseupersonal
Instagram: Instagram.com/Oseupersonal

, ,

About Author

Personal trainer e proprietátio da empresa Oseupersonal.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *