É muito comum ver nas academias pessoas sacrificando a execução correta do movimento para realizá-lo com mais peso. Isto é totalmente contra-indiciado, já que um movimento incorreto com muito peso pode provocar sérias lesões e ser muito menos efetivo. Também é comum atribuir um corpo bem torneado a exercícios realizados com muito peso. Porém nem sempre isto é verdade. Se você está achando que quanto maior o peso melhor o resultado, saiba que desde a década de 80 que não se pensa mais assim.

Uma série de fatores interferem no resultado do treino, um deles é o peso. Eu disse UM deles. Não é o único nem o mais importante. Existem exercícios muito eficientes que são realizados com pouquíssimo peso em função do seu elevado grau de dificuldade. Além disso o fato da pessoa realizar o exercício com muito peso não quer dizer necessariamente que ela obterá melhores resultados, pois aquele peso pode não ser um desafio para ela. O que importa não é a quantidade de peso e sim o esforço que você tem que fazer para executar o movimento.

Por exemplo, se uma aluna faz um determinado aparelho com 200kg mas este peso não lhe é um esforço porque ela treina faz muitos anos e está acostumada com ele, provavelmente não terá muito resultado. Mas, se neste mesmo aparelho, outra aluna realiza o mesmo movimento com 5kg e isto lhe representa um esforço enorme, é provável que ela obtenha ótimos resultados. Muito peso nem sempre é fórmula certa de sucesso.

Além disso, você não deve se comparar com a pessoa ao lado. Existem pessoas muito magras mas com muita força muscular, como também existe o inverso. Você não tem obrigação de levantar mais peso do que a pessoa ao lado e não é demérito levantar pouco peso. Você tem sim a obrigação de levantar mais peso do que você mesma levantava algumas semanas atrás. Foque em você, utilize você como parâmetro comparativo. É possível conseguir um corpo bonito e esculpido com outros estímulos que não necessariamente uma carga muito pesada. O importante é que o exercício esteja pesado PARA VOCÊ, independente de ser com 200kg ou com 5kg.

O que quero dizer é o seguinte: o peso utilizado nos exercícios represente um desafio para o aluno. É inútil se exercitar com um peso que não te cause algum tipo de esforço, por mais pesado que ele pareça os olhos de terceiros. O peso ideal é aquele onde você faz a última repetição pensando “Socorro! Não consigo fazer mais nenhuma repetição disso aqui!”, seja ele 1kg ou 100kg. Deve ser difícil para o aluno executar todas as repetições até o final. Este é o critério, totalmente subjetivo. Não foque na carga, foque no esforço que aquele exercício demanda de você.

Existem alguns indícios que indicam a necessidade do aumento da carga. Você está treinando com objetivo de hipertrofia e está conversando enquanto executa o movimento? Se for minha aluna, eu vou aumentar seu peso na mesma hora. Se a aluna consegue bater papo é sinal de que não está realizando um grande esforço. Você sai da sala de musculação sem se sentir cansada? Sai da mesma forma que entrou? Tem que rever seu programa.

Estejam atentos para o próprio corpo. Ninguém melhor do que o seu organismo para te dizer o que está dando certo e o que não está. Respeite os limites do seu corpo e aprenda quando você pode exigir um pouco mais dele. Na dúvida, não abuse. Sempre é possível aumentar a carga no próximo treino se você constatar que de fato ela está leve, muito mais fácil fazer isso do que se recuperar de uma lesão.

Adoro as dicas prontas no mundo da educação física: “aumente a carga de 15 em 15 dias”. Muito fácil prescrever algo assim, quase que uma “receita de bolo”, sem levar em conta a realidade de cada aluno. Bem, em um mundo ideal onde todos comem bem, dormem bem e não estão estressados, o ideal de fato é aumentar a carga dos seus exercícios a cada quinze dias. Para você que não vive no mundo ideal, aumente quando conseguir pegar mais peso, não vale a pena encarar uma lesão ou exaustão muscular só para respeitar a norma dos quinze dias. Só não vale mentir para si mesmo. Resista à tentação de executar um treino fácil. O maior prejudicado vai ser você, que estará perdendo tempo e dinheiro.

Lembrem-se: é preferível e mais produtivo fazer a execução correta e completa do movimento com menos peso do que realizar o mesmo movimento de forma menos precisa com mais peso. Os resultados serão melhores.

Para dúvidas, sugestões ou informações de treinos: contato@oseupersonal.com.br
Curta nossa Fanpage: www.facebook.com/Oseupersonal
Siga-me no twitter: www.twitter.com/Oseupersonal
Instagram: Instagram.com/Oseupersonal

, , , , , ,

About Author

Personal trainer e proprietátio da empresa Oseupersonal.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *