Que o verão é uma das estações mais aguardadas por todos  e que muitas pessoas se inspiram justamente neste período do ano onde as temperaturas são elevadas para manter a forma isso todo mundo já sabe. Agora, que o verão possui diversas armadilhas para comprometer todo o seu esforço para esta época muita gente nem desconfia.

As tentações são diversas: Sorvetes, bebidas enlatadas e encaixotadas. Sim, por mais que elas sejam lights essas bebidas industrializadas possuem em suas composições elementos que podem te engordar ou facilitar a retenção hídrica e a maior tentação de todas se falando de bebidas do verão, a boa e velha cerveja: Breja, gelada ou loira pros mais íntimos.

Pra quem ainda não sabe ou finge não saber o álcool engorda, e não é pouco. Ele é um macronutriente, ou seja, fornece energia, que é dada em forma de calorias. Só para se ter uma ideia, a ingestão de uma lata de cerveja de 350ml equivale ao consumo de 25g de bacon. As calorias fornecidas pelo álcool são ditas vazias, ou seja, não fornecem nenhum tipo de nutriente benéfico, como vitaminas e minerais. O álcool tem quase o dobro de calorias do que proteínas e carboidratos. Cada grama de álcool tem sete calorias, enquanto proteínas e carboidratos têm 4 kcal/g.

Além da questão calorias, a digestão do álcool irrita as paredes do estômago, e qualquer enfraquecimento deste órgão diminui o ritmo e a eficiência da digestão, o que acaba por interferir no metabolismo e na perda de peso.

Para completar a tragédia, temos as comidas que acompanham todas essas bebidas que não costumam ser nenhum pouco saudável. Ou você conhece alguém que toma cerveja beliscando um alface ou um rabanete? Comidas com altas taxas de calorias e ainda por cima salgadas, aumentando assim o consumo das mesmas, costumam ser servidas como petiscos. Salaminho, amendoim, porções de linguiça, batata frita e outras comidas tão caloricas como estas fazem parte das mesas de happy hours e bate papo a beira mar. Para se ter uma idéia, uma simples porção de  amendoim japonês com 100 g tem nada mais nada menos que 235 kcal.

Se tudo isso que falamos já não fosse suficiente, temos ainda as tentações que ingerimos com o intuito de refrescar: Sorvetes, mousses, frozens entre outros possuem altas taxas de açúcar e gordura hidrogenada. Ou seja, bomba calórica. Um inocente sorvete de creme com uma bola pode conter 77 calorias. Aí você me diz: “Mas Bruno, isso é porque o sorvete não é de fruta, se fosse teria menos calorias”. E eu digo, é aí que você se engana! Um picolé de côco  possui 97 calorias. Isso porque para ele possui leite em sua composição.

Claro que existem opções mais saudáveis. Prefira os sorvetes a base de água e polpa de frutas que são menos calóricos e mais refrescantes.

Existem ainda os sorvetes feitos à base de iogurte, os frozens. Eles apresentam um valor nutricional interessante: menos gordura e mais proteína – importante componente dos músculos e dos tecidos, que participa ainda do funcionamento do sistema imunológico. Além disso, essa sobremesa contém maior quantidade de cálcio, um mineral essencial para a formação e manutenção dos ossos e dos dentes.

Uma taça de frozen yogurt possui 88 calorias, menos que a maioria dos sorvetes comuns, perdendo apenas para os picolés de fruta. Mas essas calorias a menos podem ser recuperadas rapidinho se você exagerar nos complementos adicionados ao doce. Por exemplo, uma jujuba tem 20 calorias, ou seja, se você colocar mais de duas unidades em seu frozen as calorias já ultrapassam a do sorvete de creme light, por exemplo, que tem em média 126 calorias.

Opte sempre por opções mais saudáveis e cuidado com esses sabotadores que ficam mais em evidência no verão.

, ,

About Author

Personal trainer e proprietátio da empresa Oseupersonal.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *